Samba diferente

Um pouco para a direita. Não, não! Para a esquerda, mais um pouquinho, não, não, não!
Crec!
Ai! Putaquepariu!
E maledicente condenava o travesseiro, que foi substituído uma, duas, três vezes. E nada. Continuava com a maldita dor no pescoço de um torcicolo que parece ter encontrado a morada ideal, seu lar-doce-lar eterno.
Restava apenas se entupir de anti-inflamatório e remédios para dor muscular. Tomava torsilax como se não houvesse amanhã. E em sua memória musical, que sempre recorda as mais clássicas bizarrices do cancioneiro popular, começou a relembrar o Molejão.
Pode quebrar o pescocinho pro lado, vai, vai, vai, vai, vai…

Anúncios
Etiquetado , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: